TV Estado Paraiba

MENU

Notícias / Paraiba

Dezembro Vermelho: Saúde inicia campanha de conscientização e combate ao HIV e Aids com oferta de testes rápidos e distribuição de preservativos

Paraiba

Dezembro Vermelho: Saúde inicia campanha de conscientização e combate ao HIV e Aids com oferta de testes rápidos e distribuição de preservativos

Imagens

A-
A+
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

No Dia Mundial de Luta contra a Aids, o Governo da Paraíba, por meio da Secretaria de Estado da Saúde (SES) abriu, na manhã desta sexta-feira (1), a campanha Dezembro Vermelho, mês dedicado à conscientização e ao combate ao HIV/Aids, no auditório da Escola de Saúde Pública (ESP), em João Pessoa. O objetivo do evento foi apresentar os avanços e as ações realizadas pela SES para o fortalecimento do cuidado dos agravos na Paraíba.

O evento reuniu os 41 municípios prioritários na Paraíba, o Conselho de Secretarias Municipais de Saúde da Paraíba (Cosems-PB), Fórum ONGs Aids PB, entre outras entidades, para dar o início da campanha Dezembro Vermelho com ações de testagem e distribuição de preservativos.

De acordo com a gerente operacional de Condições Crônicas da SES, Ivoneide Lucena, a Secretaria de Estado da Saúde já abasteceu todas as gerencias regionais de saúde com 2 milhões de preservativos e com testes rápidos. “Toda a população precisa se cuidar e se prevenir, porque a Aids ainda não tem cura, mas tem tratamento. Nosso maior objetivo em dezembro, assim como em todo o ano, é fazer um diagnóstico precoce para que as pessoas que não têm sintomas, mas que estão aparentemente saudáveis façam o teste, porque podem estar com alguma IST ou até mesmo o HIV, que é o vírus que causa a Aids. Então, a partir desse diagnóstico precoce, queremos que todas as pessoas que têm HIV na Paraíba saibam quem estão com HIV, para começar a tratar e se tornarem indetectáveis sem o vírus no organismo, dessa forma elas podem ter relações sexuais sem preservativo e não vão passar o vírus para outra pessoa, barrando a transmissão”, destacou.

Durante o mês de dezembro vão acontecer várias ações educativas e de saúde, serão ofertados testes rápidos de HIV, Sífilis e Hepatites, distribuídos de preservativos masculinos e femininos, além de conversas com a população geral. A programação visa ainda chamar a atenção para a prevenção, a assistência e a proteção dos direitos das pessoas infectadas com o HIV. Nesta sexta-feira (1º), a SES esteve com todas as Organizações não Governamentais (ONGs), no período da tarde, no parque da Lagoa, em João Pessoa, fazendo testes rápidos para toda a população a partir dos 15 anos de idade. O resultado do teste sai em 20 minutos e é só um furinho no dedo.

Com o intuito de alcançar todos os paraibanos, a programação também irá ofertar no dia 12 de dezembro, na cidade de Conde, para a população indígena, na Aldeia Tabajara, testes rápidos de HIV, Sífilis e Hepatites, distribuição de preservativos externos (masculino) e Interno (Feminino). No dia de 15, a população geral poderá participar de conversas sobre o que é o HIV/Aids e realizar testes rápidos de HIV, Sífilis e Hepatites, distribuição de preservativo, junto aos moradores do Condomínio Canaã.

A representante do Conselho de Secretarias Municipais de Saúde da Paraíba (Cosems-PB), Geveralda Farias, avalia as ações de saúde para a conscientização e combate ao HIV/Aids como uma estratégia importantíssima. “O Cosems está sempre presente em todas as ações de saúde tendo em vista que é para o bem-estar da população paraibana. Somos 223 municípios mobilizados para trabalhar na prevenção e promoção da saúde pública para o nosso estado”, ressaltou.

Para a coordenadora da Associação das Prostitutas da Paraíba (Apros-PB), Luza Maria, é muito importante todas essas campanhas que dão visibilidade ao trabalho de prevenção das IST, HIV/Aids, Hepatites Virais. “Não é só hoje que essas ações precisam acontecer, mas todos os dias do ano porque a informação precisa chegar todos os dias para as pessoas, principalmente para aquelas que estão no interior do estado e que não têm acesso à internet. Um dia como hoje precisa de visibilidade para dizer a todos que o HIV/Aids ainda existe e que não acabou, embora exista tratamento para controlar o vírus, todos precisam continuar usando preservativos e manter o diálogo com a SES para facilitar o acesso aos insumos, pois a prevenção precisa ser permanente, não pode parar”, disse.

O mês de dezembro é o período em que a SES intensifica as ações de diálogos sobre HIV/ AIDS e trabalha as questões de preconceito e de estigma que acarretam a vida dessas pessoas.
Para a coordenadora da Ong Cordel Vida e que compõe o Fórum Ong Aids PB, Rosi Farias, o dia 1º de dezembro é um dia simbólico que representa não só a luta das ONGs e do Fórum, mas de todas as entidades que trabalham com a temática em todo o Brasil. “Aproveitamos esse dia para reforçar a importância da luta, do diálogo e da prevenção, entretanto essas ações não são realizadas só em dezembro, mas o ano inteiro trabalhamos as estratégias de prevenção e das novas tecnologias que melhor que se adéqua à vida e à realidade das pessoas. Quando a gente leva informação para as pessoas, se abre um leque de oportunidades e possibilidades para a prevenção do HIV/Aids e outras ISTs”, ressaltou.

O Dia Mundial de Luta contra Aids – o 1º de Dezembro - foi estabelecido pela Organização das Nações Unidas em 1988 como forma de combater o estigma e o preconceito em torno do HIV e das pessoas que vivem com o vírus. O dia também se constitui como uma oportunidade para apoiar as pessoas envolvidas na resposta e na melhoraria da compreensão da Aids como um problema de saúde pública global.

Unidade de Referência - Atualmente, a Paraíba dispõe de uma unidade de referência para diagnóstico e tratamento de doenças infectocontagiosas, incluindo HIV/Aids, o Complexo de Doenças Infectocontagiosas Dr. Clementino Fraga, localizado na capital. O atendimento ambulatorial funciona de segunda a sexta-feira, das 7h às 17h. Na unidade são atendidos usuários que comparecem por livre demanda, referenciados ou que já são pacientes do complexo, onde recebem assistência integral.

Fonte/Créditos: GOVPB

Créditos (Imagem de capa): GOVPB

Comentários:

TV Estado

Publicado por:0

TV Estado

Lorem Ipsum is simply dummy text of the printing and typesetting industry. Lorem Ipsum has been the industry's standard dummy text ever since the 1500s, when an unknown printer took a galley of type and scrambled it to make a type specimen book.

Saiba Mais