TV Estado Paraiba

MENU

Notícias / Paraiba

Conferência Estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação, em João Pessoa, é marcada pelo lançamento de 400 vagas para Projeto Limite do Visível

Paraiba

Conferência Estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação, em João Pessoa, é marcada pelo lançamento de 400 vagas para Projeto Limite do Visível

Imagens

A-
A+
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

Aterceira etapa da Conferência Estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação foi marcada com o lançamento de edital que vai selecionar 400 estudantes para o Projeto Limite do Visível. O anúncio foi feito pelo secretário de Estado da Ciência, Tecnologia, Inovação e Ensino Superior, Claudio Furtado, durante a solenidade de abertura, que aconteceu nesta quinta-feira (4), no auditório do Unipê, em João Pessoa.

A Conferência encerra nesta sexta-feira (5) com reuniões de trabalho nas quais serão avaliadas e selecionadas as propostas de ações na área de CT&I que foram desenvolvidas ao longo do evento e apresentadas na Conferência Regional, que será realizada nos dias 2 e 3 de maio, em Recife (PE).

O Projeto Limite do Visível é uma iniciativa do Governo da Paraíba que visa proporcionar aos estudantes egressos da rede estadual de ensino a oportunidade de ingressar em dois cursos tecnológicos: Análise e Desenvolvimento de Sistemas e de Ciência de Dados. As vagas são ofertadas para o 2º semestre de 2024. As inscrições estão previstas para serem abertas ainda neste mês de abril, no site da Fundação de Apoio a Pesquisa na Paraíba (Fapesq).

Leia Também:

Em sua fala, Claudio Furtado ressaltou que a abertura do edital faz parte de uma série de investimentos que o Governo do Estado tem realizado na Ciência, Tecnologia e Inovação da Paraíba, que já somam quase R$ 200 milhões, desde 2019. “Essa é uma iniciativa inovadora, apoiada pelo nosso governador João Azevêdo, que tem mostrado a importância da área de ciência e tecnologia e inovação com os aportes financeiros das mais diversas áreas”, disse.

A mesa de abertura foi composta pelo secretário Claudio Furtado; diretor superintendente do Sebrae/PB, Luiz Alberto Gonçalves Amorim; representando a Unipê, Glauber de Lucena Cordeiro; representando o Instituto Federal de Educação da Paraíba, a pró-reitora de Pesquisa, Inovação e Pós-Graduação, Silvana Luciene Costa; a vice-reitora da Universidade Federal Da Paraíba, Liana Filgueira Albuquerque; vice-reitora da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), Ivonildes Fonseca; presidente da Fundação de Apoio a Pesquisa da Paraíba, Antônio Guedes Rangel Junior; representando a Secretaria de Desenvolvimento Tecnológico e Inovação do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação, Natianne Araújo e o coordenador geral substituto de Tecnologia Assistida do MCTI, Ricardo Padilha.

A conferência realizada em João Pessoa permaneceu com a característica de Sousa e Campina Grande, com uma participação popular diversificada. João Victor Tabajara participou do evento como representante da etnia Tabajara na Paraíba e ressaltou a importância do momento para o seu povo.  

“O povo tabajara hoje vem lutando muito para resgatar a história do seu povo e hoje é muito importante para que a ciência indígena, a nossa cultura esteja ocupando esse espaço para que a gente possa mostrar para a sociedade a nossa língua e os nossos costumes, e isso precisa ser assegurado pelo Governo”, afirmou.

Representando o Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação, Natianne Araújo ressaltou que esse é um dos momentos mais importantes que o Brasil está vivendo. “Estamos ouvindo a sociedade como um todo, estudantes, a academia, os governos estaduais e municipais para que a gente possa construir essa agenda e atender as necessidades de ciência tecnologia e inovação e contribuir para o crescimento do país”, afirmou.

Luan Carlos, de 17 anos, estudante da UEPB, é um dos contemplados do Projeto Limite do Visível e participou da Conferência em João Pessoa. Segundo ele, é o investimento do Estado em Ciência que irá garantir um futuro de desenvolvimento. “Tem sido muito bom aprender com esses profissionais que dominam 100% dos assuntos que estão sendo discutidos. Eu fico muito feliz que o Estado está dando esse apoio, dá para ver esse crescimento tecnológico”, disse.

Os temas discutidos em João Pessoa foram: Painel Eixo 1: Ciência, Tecnologia e Inovação para o Desenvolvimento Regional; Painel Eixo 2: Empreendedorismo Tecnológico e Reindustrialização; Painel Eixo 3: Tecnologia e Inovação para a saúde; Painel Eixo 4: Como a Ciência e a Tecnologia podem contribuir para a sustentabilidade ambiental

Projeto Limite do Visível - Podem participar da seleção alunos que concluíram o ensino médio entre 2019 e 2023 e que não possuem vínculo empregatício. Todos os selecionados receberão uma bolsa de incentivo no valor de R$ 1 mil mensais, durante o período de dois anos, referente a duração dos cursos.

As atividades acadêmicas começarão de acordo com o calendário da UEPB, com previsão de início para o próximo dia 29 de julho.

CETCI – A Conferência é uma iniciativa do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação, no âmbito da 5ª Conferência Nacional de Ciência, Tecnologia e Inovação, e realizada na Paraíba por meio da Secretaria da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior da Paraíba (Secties) e Fundação de Apoio à Pesquisa na Paraíba (Fapesq).

As primeiras etapas aconteceram em Sousa, nos dias 18 e 19 de março, e em Campina Grande, nos dias 21 e 22 de março. O evento foi construído de forma horizontal, tanto no espaço como em colaboração institucional, de cuja organização participaram mais de 30 instituições.

5CNCTI - A 5ª Conferência Nacional de Ciência, Tecnologia e Inovação é o mais importante e democrático evento voltado ao debate das políticas públicas do setor. Realizado pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI), o encontro acontecerá de 4 a 6 de junho, em Brasília (DF), com o tema "Ciência, Tecnologia e Inovação para um Brasil Justo, Sustentável e Desenvolvido".

O evento conta com a organização do Centro de Gestão e Estudos Estratégicos (CGEE), organização social supervisionada pelo MCTI, e articulação de mais de 40 instituições e oito ministérios.

A CNCTI tem caráter consultivo e volta a ser organizada depois de um hiato de 14 anos. Seu objetivo é discutir junto à sociedade as necessidades na área de CT&I e propor recomendações para a elaboração de uma nova Estratégia Nacional de Ciência, Tecnologia e Inovação (ENCTI) que deverá ser seguida pelos próximos anos (2024-2030). A nova estratégia substituirá a de 2016-2023, que durante o evento também terá seus programas, planos e resultados analisados.

Fonte/Créditos: GOVPB

Créditos (Imagem de capa): GOVPB

Comentários:

TV Estado

Publicado por:0

TV Estado

Lorem Ipsum is simply dummy text of the printing and typesetting industry. Lorem Ipsum has been the industry's standard dummy text ever since the 1500s, when an unknown printer took a galley of type and scrambled it to make a type specimen book.

Saiba Mais